Ribeirão Preto, 21 de Outubro de 2019.

Inverno requer cuidado com mudança alimentar

Especialista em saúde e bem-estar do Senac Ribeirão Preto comenta sobre o apetite dobrado e dá dicas para manter hábitos saudáveis na estação mais fria do ano

No dia 21 de junho foi aberta a temporada oficial do frio. O inverno é marcado pelo tempo seco, temperaturas baixas e noites mais longas. A estação também costuma trazer um aumento no apetite e o desejo de trocar a rotina saudável pelas guloseimas, mas Roberta Knack, docente da área de saúde e bem-estar do Senac Ribeirão Preto, alerta que o período não deve servir de pretexto para que pratos compostos por grelhados e saladas percam espaço na alimentação do dia a dia.

A ingestão de alimentos quentes auxilia a manutenção da temperatura corporal, por isso a procura por esse tipo de comida é natural e necessária no inverno, segundo a especialista, mas é preciso escolher os itens mais saudáveis. “No frio, nosso corpo gasta mais energia e, para compensar, é preciso consumir mais calorias. No entanto, tem que redobrar o cuidado para não exagerar, pois o consumo excessivo de carboidratos pode causar danos no organismo, como gerar resistência à insulina, desregular o intestino ou gerar dificuldade para se concentrar”, orienta.

Os exercícios físicos também tendem a ser reduzidos no inverno, com a falta de entusiasmo, e Roberta ressalta que o resultado dessa soma de alimentação desregrada e sedentarismo não é nada bom. “É no inverno que aumentam as chances de desenvolver doenças crônicas, como diabetes, hipertensão arterial e o colesterol considerado ruim, que é o LDL.”

Uma pesquisa realizada pela Universidade Estadual de Campinas, que acompanhou 227 mil pessoas entre 2008 e 2010, aponta que os níveis de colesterol ruim dos assistidos aumentavam em cerca de 8% no inverno e diminuíam no verão. Além disso, o estudo pontou uma queda no nível de vitamina D dos indivíduos, devido à redução de exposição ao sol, o que também pode afetar diretamente o nível de colesterol do organismo.

Para driblar o aumento de apetite e, ainda, manter a saúde em dia, a especialista do Senac Ribeirão Preto orienta que as pessoas optem por pratos preparados de maneira caseira e, de preferência, com alimentos saudáveis. “A dica é preparar caldos e sopas, por exemplo, com alimentos in natura. Dessa forma, você saberá a quantidade de gordura e sal que está presente naquela refeição. Tente abolir do cardápio os alimentos ultraprocessados, que são aqueles produtos vendidos prontos para serem consumidos.”

 Roberta também dá dicas para tornar os alimentos saudáveis mais agradáveis no frio e mantê-los no cardápio. “Se a fruta crua não está agradando, cozinhe elas no micro-ondas ou no vapor, polvilhe canela, que é termogênica, e consuma quentinha. Quando desejar uma bebida para se aquecer, opte por chás em vez de chocolates quentes. Outro truque é reduzir o intervalo das refeições para duas horas e meia”, explica. Já para hora do lanche, a sugestão da docente é incorporar na rotina alimentos e bebidas ricos em colágeno, como gelatinas, frutas cítricas e aveia.

 Quando a programação incluir bebidas alcoólicas, Roberta diz que o ideal é trocar a cerveja pelo vinho. Segundo a especialista, além do clima frio ser favorável, o vinho tinto ajuda na saúde do coração e possui componentes da uva que funcionam como antibióticos, antioxidantes e ainda ajudam a reduzir o colesterol ruim. A recomendação diária de consumo é de até duas taças de vinho.

 “O inverno, de maneira geral, requer cuidados especiais não só com alimentação, mas com o corpo como um todo. Portanto, dicas como beber muito líquido, evitar banhos com água muito quente, reduzir exposição prolongada a ambientes com ar condicionado quente ou frio e ter uma boa noite de sono, de preferência em local arejado e umedecido, também são valiosas para passar pela estação sem grandes problemas”, ressalta Roberta.

 Serviço:

 Local: Senac Ribeirão Preto

Endereço: Av. Capitão Salomão, 2133, Jardim Mosteiro – Ribeirão Preto/SP

Informações e inscrições: www.sp.senac.br/ribeiraopreto

___________________________________________________

Fonte: ComTexto Comunicação Integrada

Postado em 28.06.2019



Mais notícias: