Ribeirão Preto, 20 de Julho de 2018.

Grande maioria dos motoristas não se lembra de fazer calibragem nos pneus regularmente

Grande maioria dos motoristas não se lembra de fazer calibragem nos pneus regularmente

Grande parte dos motoristas não calibram os pneus do carro uma vez por semana, como é recomendado por especialistas e fabricantes. A rotineira correria do dia a dia é a justificativa de diversas pessoas, porém, o descuido acarreta a baixa durabilidade do pneu, favorece acidentes e aumenta o consumo de combustível. “O mais indicado é a calibragem semanal, mas, na impossibilidade, o condutor pode fazer, ao menos, de 15 em 15 dias”, orienta Rogério Chinarelo, gerente de Pós-Venda da concessionária de veículos Keiji Nissan. Ele conta que muitos acreditam que fazer revisão do veículo regularmente é suficiente para a manutenção do carro, porém, alguns cuidados precisam de atenção constante e o ajuste da calibragem é um dos deles.

O gerente também faz duas importantes observações. A primeira é que a pressão a ser inserida deve ser aquela estipulada no manual do veículo. A medida não é igual para todos os carros e o excesso aumenta os riscos de acidente, uma vez que pneu cheio além do limite diminui a superfície de contato deste com o solo, o que reduz a aderência. A segunda é que os pneus devem estar frios no momento da calibragem, tendo rodado, no máximo, três quilômetros. “Quando ela é feita com ele quente, o ar tende a se expandir mais, já que a borracha está mais elástica, e a leitura será equivocada”, diz.

_________________________________________________________

Fonte: Milagre do Verbo Agência de Comunicação

Imagem ilustrativa: internet

Postado em 27.12.2017



Mais notícias: