Ribeirão Preto, 24 de Janeiro de 2020.

Exames de rotina e check-up garantem o bem-estar no novo ciclo

O início do ano é o período perfeito para monitorar o quadro de saúde e adotar hábitos mais saudáveis

Exames de rotina e check-up garantem o bem-estar no novo ciclo

O início ano, quando a sensação de um novo ciclo fica mais perceptível, é o momento ideal para garantir o bem-estar por meio do monitoramento do quadro de saúde, que deve ser realizado com o apoio de exames de rotina e check-ups.

De acordo com o médico Luiz Lindquist, diretor técnico do Grupo São Francisco em Araraquara, que faz parte do Sistema Hapvida, os exames de rotina precisam ser realizados regularmente porque auxiliam no diagnóstico precoce de muitas doenças.

"Os exames laboratoriais como colesterol, triglicérides, TGP e creatinina, por exemplo, auxiliam na avaliação de excesso de gordura no organismo, em relação ao funcionamento e eventuais lesões no fígado e nos rins", afirma Lindquist.

O médico também ressalta que de acordo com a idade da pessoa é importante ampliar os exames preventivos e incluir um check-up, que deve considerar o perfil e as condições de saúde da pessoa.

"Um homem com idade acima de 45 anos, por exemplo, é importante fazer exames de PSA ou ressonância magnética para verificar as condições da próstata. Já a mulher é importante ficar atenta ao exame preventivo de câncer de mama por meio da mamografia. De acordo com a idade é importante fazer exames como ecocardiograma, eletrocardiograma e doppler para ver as condições do coração e evitar problemas como o derrame cerebral, que é o AVC (acidente vascular cerebral)", diz Lindquist.

Prevenção

A mudança de rotina e os excessos em virtude das celebrações de final de ano também podem ser o gatilho para alguns problemas de saúde, que podem passar despercebidas em outras situações.

Por isso que a adoção de hábitos mais saudáveis contribui para a prevenção de acidentes e o agravamento de doenças.

"A ingestão de comidas mais gordurosas retarda a digestão e mexem com o ritmo glicêmico, o que pode influenciar em relação a diabetes. Já a falta de hidratação, o excesso de bebidas alcóolicas e alterações no sono também podem afetar os casos de hipertensão, renal e, até mesmo, em situações de acidentes", comenta Lindquist.

Sobre o Sistema Hapvida

Com mais de 6 milhões de clientes, o Sistema Hapvida hoje se posiciona como o maior e único sistema de saúde suplementar do Brasil presente em todas as regiões do país, gerando emprego e renda para a sociedade. Fazem parte do Sistema as operadoras do Grupo São Francisco, América, Promed e Ame, além da operadora Hapvida. Atua com mais de 29 mil colaboradores diretos envolvidos na operação, mais de 15 mil médicos e mais 14 mil dentistas. Os números superlativos mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos: atualmente são 41 hospitais, 155 clínicas médicas, 42 prontos atendimentos, 141 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial (Vida&Imagem).

_______________________________________________________

Fonte: Phábrica de Ideias

Postado em 07.01.2020



Mais notícias: