Ribeirão Preto, 21 de Novembro de 2017.

Evento neste sábado em Ribeirão Preto formaliza criação de ONG em defesa das abelhas

"Bee or not to be", campanha lançada em 2013 para alertar sobre os riscos do desaparecimento das abelhas, transforma-se numa organização para ampliar as ações de prevenção, educação e pesquisa sobre os maiores polinizadores do planeta.

Evento neste sábado em Ribeirão Preto formaliza criação de ONG em defesa das abelhas

A luta pela preservação das abelhas, os principais polinizadores do planeta, responsáveis diretamente pela produção de mais de 70% das culturas agrícolas e de 85% das plantas com flores, está dando um importante passo nesse sábado, dia 20 de maio, em Ribeirão Preto (SP). Nesta data, será realizado um evento de criação da Organização de Proteção às Abelhas Bee or not to be, associação socioambientalista que reunirá cientistas, professores, produtores, empresários, agricultores, autoridades e defensores da causa.

O evento tem início às 8h30 e vai até às 13 horas no Anfiteatro do Edifício Iguatemi Empresarial, localizado no Shopping Iguatemi de Ribeirão Preto. A programação inclui quatro palestras, a assembleia de constituição da ONG, o lançamento de uma publicação e a inauguração da sede oficial da entidade, a Sala Bee 1314, no 13º andar do mesmo edifício.

A primeira palestra do evento terá como tema “A importância das abelhas, polinização e agricultura”, da Profa. Dra. Kátia Peres Gramacho, da UFERSA/RN, vice-presidente da Comissão Científica da CBA (Confederação Brasileira de Apicultura). Em seguida, o Prof. Dr. Ademilson Soares Espencer, especialista em meliponicultura da USP/RP, discorrerá a respeito de “Abelhas nativas brasileiras, biodiversidade e sustentabilidade”.

 “O desaparecimento das abelhas” é a próxima palestra, a ser ministrada pelo Prof. Dr. Lionel Segui Gonçalves, especialista em genética de abelhas, da USP-RP e UFERSA/RN, e presidente da ONG Bee or not to be. No encerramento dessa primeira parte do evento, Daniel Malusá Gonçalves, publicitário e coordenador da ONG Bee or not to be, apresentará o atual estágio da campanha internacional “Sem Abelha, Sem Alimento” (www.semabelhasemalimento.com.br), lançada em 2013.

Durante a programação, os organizadores irão reforçar o apoio à instituição do 20 de maio como o Dia Mundial da Abelha (proposta em trâmite de aprovação na ONU); e a comemoração do 22 de maio, Dia do Apicultor no Brasil. Além disso, haverá o lançamento da segunda edição do já bem-sucedido “Caderno de Atividades para Educação Ambiental: Sem Abelha, Sem Alimento”, dos autores Rosane Peruchi e Lionel Gonçalves, que traz um rico conteúdo pedagógico para alunos das séries iniciais do Ensino Fundamental. O ponto focal do evento será a assembleia de constituição da Organização de Proteção às Abelhas “Bee or not to be”.

 “A campanha Bee or Not to Be nasceu de uma iniciativa do CETAPIS-RN, e, hoje, tendo se tornado um expressivo movimento de proteção às abelhas, naturalmente nos exigiu a constituição de uma ONG, independente e específica, para atuar com foco no apoio e desenvolvimento de ações de defesa, elevação e manutenção da vida de todas as espécies de abelhas e do meio ambiente, no Brasil e na América Latina, através das atividades de educação profissional e ambiental, bem como de estudos científicos”, afirma Lionel Segui Gonçalves, presidente da Bee or not to be.

 “Vamos a partir de agora, com mais estrutura e experiência, sugerir, coordenar e executar projetos, publicações, pesquisas, campanhas e eventos visando o fortalecimento dessa importante causa de proteção às abelhas”, finaliza ele.

Foto: Prof. Lionel Segui Gonçalves

____________________________________________________

Fonte: Conceito Comunicação

Foto: Divulgação

Postado em 19.05.2017



Mais notícias: