Ribeirão Preto, 24 de Janeiro de 2020.

Dimastec desenvolve tecnologia para controle das pausas térmicas e ergonômicas

Profissionais que trabalham em câmaras frias são obrigados por lei a fazer intervalos durante o turno; para um efetivo monitoramento, ferramenta foi elaborada para o setor

Pausas térmicas e ergonômicas são normativas impostas pelo Ministério do Trabalho para frigoríficos e empresas que possuem câmara fria; são intervalos de descanso para empregados que trabalham no interior dessas câmaras ou que, durante a execução das atividades, movimentam mercadorias do ambiente quente ou normal para o frio, e vice-versa. É um descanso computado como de trabalho efetivo, visando à saúde do profissional. Para facilitar o controle corporativo de quem entra e sai desses ambientes, assegurando o cumprimento da legislação e o bem-estar do colaborador, a ribeirão-pretana Dimastec, empresa de gestão de acesso e controle de ponto, desenvolveu uma tecnologia específica para o setor.

 “Dependendo da temperatura a qual o colaborador ficar exposto, ele precisa sair e fazer determinados movimentos para aquecer as articulações, os músculos e o corpo como um todo”, explica Dimas Fausto, Presidente da Dimastec. “É uma pausa séria, por isso as empresas que não cumprem esses intervalos são passíveis de multas milionárias. Sendo assim, desenvolvemos um aparelho que permite que o funcionário registre com a digital ou o cartão de proximidade a saída da câmara fria e seu retorno, garantindo a realização da pausa e oferecendo para a empresa uma relatório da atividade.”

 O aparelho que faz esse controle é uma evolução do DT900, uma tecnologia também elaborada pela Dimastec e que promove um controle assertivo, por meio de assinatura digital, da retirada e devolução dos equipamentos pessoais de segurança nas organizações. “Agora, esse equipamento vem acoplado de um programa em que os dados são baseados na rotina da empresa. Por ele, é possível emitir relatórios diários e mensais, tudo para que o colaborador consiga acompanhar as pausas e, no final do mês, a empresa emita um relatório atestando a realização dos intervalos”, ressalta o empresário.

A marcação de tempo é feita por um aparelho que fica instalado na entrada da câmara fria. Mas, segundo Dimas, são poucas as empresas que atualmente trabalham com esse tipo de controle, o que abre brechas para falhas e situações trabalhistas. “Queremos mudar esse cenário, incentivando um controle mais rigoroso dessa normativa, o que beneficiará tanto o empregado quanto o empregador. O novo equipamento já está disponível para o mercado.”

 Outra atenção que as corporações devem ter é com relação à pausa ergonômica, por isso o sistema desenvolvido também funciona para quem precisa fazer esse intervalo, ou seja, um descanso para quem trabalha carregando peso e requer algumas atividades laborais, como alongamentos. Nesse caso, as paralisações variam de acordo com as atividades. “Com a nossa tecnologia, a empresa consegue se organizar em relação às horas dos funcionários e sobre quando precisam parar para a atividade laboral. Tudo fica mais claro para todos”, diz Dimas.

A tecnologia utilizada na nova versão do DT900 foi desenvolvida ao longo de seis meses, com pesquisas baseadas na lei das pausas térmicas e ergonômicas. “É um produto específico para esse segmento. Ele não está interligado ao ponto nem ao acesso à empresa, é voltado mesmo para essas pausas consideradas pequenas, mas necessárias para a saúde do funcionário e para o correto andamento das empresas”.

Sobre a Dimastec – Gestão de ponto e acesso

Com pouco mais de 25 anos dedicados à gestão de pontos, acessos de entradas em prédios e condomínios, a Dimastec, sediada em Ribeirão Preto (SP), é hoje uma das referências nacionais no setor desenvolvendo produtos com tecnologia avançada, integrando soluções para mais de mil clientes empresariais. A empresa presta serviços em todo território nacional, com uma infraestrutura completa com mais de 2000 metros quadrados e 35 funcionários diretos.

O diferencial oferecido pela Dimastec está em ter um laboratório próprio de desenvolvimento tecnológico, para assim oferecer ferramentas digitais, softwares e hardwares de última geração que atendam às principais demandas dos clientes e do mercado atual.

________________________________________________

Fonte: ComTexto Comunicação Integrada

Postado em 13.12.2019



Mais notícias: